CONTOS

A LIVRARIA QUE NUNCA FECHA

”Emília tinha um encontro marcado com um cara que parecia perfeito. E talvez até fosse, mas ela nunca chegaria a conhecê-lo realmente. Em vez disso, se encontra sozinha, em um bairro pouco conhecido, que em meio à grande movimentação, esconde um lugar incrível, onde tudo pode acontecer. Inclusive encontrar alguém que não estava em seus planos.”

Para ler o conto clique aqui.

QUAIS SEGREDOS ELE ESCONDE

”Na primeira vez que Joana o viu, ela achou que fosse louco. Na segunda, um embriagado. Na terceira, ficou preocupada com a frequência dos encontros inusitados. Mas quando a quarta vez chegou e ela passou a ver André quase todo dia, a curiosidade foi maior. De repente aquele cara todo tatuado e cheio de mistérios fazia parte da sua vida e ela não queria mais que saísse dela. Mas quais segredos ele escondia? Seria uma pessoa perigosa ou precisando desesperadamente da sua ajuda? Será que ela podia confiar?”

Para ler o conto CLIQUE AQUI.

SORTE É TER VOCÊ

“No primeiro Natal de Peter e Lili como um casal, – depois de idas e vindas pelo mundo, mantendo uma amizade com interesse reprimido de ambas as partes, – ela resolve fazer uma grande surpresa para ele. Surpresa essa que está deixando-a ainda mais surtada e neurótica que o normal, porque tudo precisa estar perfeito. E tudo sair perfeito com aquela árvore enorme ocupando a sala toda e a surpresa que o próprio Peter preparou para ela podendo arruinar seus planos, esse Natal parece um desafio. Só com muita sorte pra tudo dar certo.”

Para ler o conto CLIQUE AQUI.

CALA A BOCA & ME BEIJA

”Breno e Diana eram tudo um para o outro. E a localização de suas varandas, frente a frente, tornavam a dependência mútua quase inevitável. Breno ficava satisfeito com a dose diária da amiga que insistia em fazer visitas noturnas várias vezes por semana. O problema era quando essas visitas sucediam os milhares de encontros que ela tinha, com um monte de caras que ele nem conseguia lembrar os nomes no dia seguinte. Diana por sua vez, trocaria qualquer um desses caras por Breno, se ela achasse que tinha alguma chance com ele. Mas se fosse para eles ficarem juntos, poderia dar certo? Será que Diana seria capaz de ficar só com ele? Ou ela era um espírito livre demais pra se prender à uma pessoa só?”

Para ler o conto CLIQUE AQUI.