Meus livros

SORTE IRLANDESA

capa sorte irlandesaLili é carioca, apaixonada por música, livros e se considera bastante certinha, perfeccionista e por isso fica muito feliz quando sua chefe reconhece seus esforços e a indica para um intercâmbio de mentes criativas em Roma. Mesmo que seu sonho seja morar na Irlanda, ela sabe que Roma é um lugar incrível. Ela acabou de terminar com Marcos, que pensa que ainda estão dando um tempo, então é a oportunidade perfeita para seguir em frente, viver novas experiências e conhecer pessoas diferentes. Tentando aproveitar ao máximo a experiência, Lili decide fazer um curso de verão que a empresa oferece, para melhorar seu currículo. Só que todas as vagas de cursos relevantes para sua carreira, já haviam sido preenchidas. Porém, ela não quer perder a chance de estudar em uma faculdade européia, então aceita o único curso com vaga disponível: Literatura juvenil.

É quando ela conhece, Peter, professor que dará aquelas breves aulas e a pessoa que mudará sua vida completamente. Eles se tornam grandes amigos, mesmo depois do fim do curso e Lili não consegue acreditar como pôde encontrar alguém que fosse tão perfeito para ela. Peter é inglês, lindo, carinhoso, educado e compartilha de praticamente todos os mesmos gostos que ela. Mas ele não parece ter se apaixonado também, pelo contrário, Peter é comprometido. Então a garota, antes tão decidida, se vê enfrentando pensamentos e sentimentos confusos, deixando-a cada vez mais insegura. Até quando ela conseguirá fingir para Peter que não se apaixonou e manter apenas a amizade que para ele parece ser suficiente? Parece, mas será suficiente?

Pode ser lido clicando aqui.

ELE E ELA [OS DOIS LADOS DA HISTÓRIA]

capaeleeela4ISADORA

“Dentre tantas mulheres no mundo, meu pai tinha que escolher ficar justo com a mãe do garoto mais insuportável da face da Terra. Como uma mulher tão legal quanto a Cíntia, havia gerado um ser assim irritante? O Rafael me tirava do sério, me enchia o saco e implicava comigo o tempo todo. Ele era meu karma. E é claro que não sabia porque eu o odiava, já que não se lembrava de como havia arruinado minha pré-adolescência, mas eu que não ia perder meu tempo explicando ou dando satisfação para aquele inútil. Mas se ter que aprender a conviver com ele não era a pior coisa que me havia acontecido na vida, me apaixonar por ele, com certeza fora. Eu estava perdida.”

RAFAEL

“Tudo que eu queria era ver minha mãe feliz. Desde que meu pai a havia abandonado, éramos só nós dois e eu sabia que ela sentia falta de ter alguém ao seu lado. Claro que ela namorar o Sérgio me deixava contente, ele a fazia feliz. Além do mais, Gui era um menino adorável. Ao contrário de sua irmã, Isadora, o motivo que me fazia abominar aquele relacionamento. Ela era muito chata, mimada, não me suportava e eu não fazia ideia do porquê. Mas se havia outra razão para uma pequena parte de mim, egoísta confesso, não querer aquele relacionamento deles, era a parte que havia se apaixonado por aquela garota pentelha que eu deveria tratar como irmã. Eu estava perdido.”

Isa tem raiva do Rafa por motivos infantis que ela tem vergonha de admitir, mas ele, sem saber quais motivos são esses acaba por retribuir a antipatia e tudo vira uma grande bola de neve. Mas agora eles são obrigados a conviver já que seus pais estão em um relacionamento. Intercalando a visão de ambos, vemos os dois lados da história desse casal que tem pouquíssimas chances de dar certo, afinal, além de se detestarem, agora eles também são tipo irmãos. Ninguém merece, né? Pior ainda, não bastam as visitas esporádicas que eles tentam evitar de vez em quando, os pais inventaram de levá-los para a Europa antes das aulas na UFRJ começarem, para que a convivência intensa de umas férias em família ajude no relacionamento deles e talvez crie os laços necessários para tudo dar certo. O que só pode dar errado…

Pode ser lido clicando aqui.